My life and other thing  
 
   



BRASIL, Centro-Oeste, TURVANIA, campos verde, Mulher, de 12 a 15 anos, Portuguese, English, Informática e Internet, Livros, animais
MSN -
border=0
 
   Arquivos

 
border=0
Outros sites

 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis


Votação
Dê uma nota para meu blog



border=0
 


A explicação do amor



Contam que, uma vez, se reuniram os sentimentos e qualidades dos homens em um lugar da terra.

Quando o ABORRECIMENTO havia reclamado pela terceira vez, a LOUCURA, como sempre tão louca, lhes propôs:

- Vamos brincar de esconde-esconde?

A INTRIGA levantou a sobrancelha intrigada e a CURIOSIDADE, sem poder conter-se, perguntou: Esconde-esconde? Como é isso?

- É um jogo, explicou a LOUCURA, em que eu fecho os olhos e começo a contar de um a um milhão enquanto vocês se escondem, e quando eu tiver terminado de contar, o primeiro de vocês que eu encontrar ocupará meu lugar para continuar o jogo. O ENTUSIASMO dançou seguido pela EUFORIA.

A ALEGRIA deu tantos saltos que acabou convencendo a DÚVIDA e até mesmo a APATIA, que nunca se interessava por nada.

Mas nem todos quiseram participar.

A VERDADE preferiu não esconder-se, para quê? Se no final todos a encontravam?

A SOBERBA opinou que era um jogo muito tonto (no fundo o que a incomodava era que a ideia não tivesse sido dela) e a COVARDIA preferiu não arriscar-se.

- Um, dois, três, quatro... - começou a contar a LOUCURA.

A primeira a esconder-se foi a PRESSA, que como sempre caiu atrás da primeira pedra do caminho.

A FÉ subiu ao céu e a INVEJA se escondeu atrás da sombra do TRIUNFO, que com seu próprio esforço, tinha conseguido subir na copa da árvore mais alta.

A GENEROSIDADE quase não consegue esconder-se, pois cada local que encontrava lhe parecia maravilhoso para algum de seus amigos - se era um lago cristalino, ideal para a BELEZA; se era a copa de uma árvore, perfeito para a TIMIDEZ; se era o voo de uma borboleta, o melhor para a VOLÚPIA; se era uma rajada de vento, magnífico para a LIBERDADE. E assim, acabou escondendo-se em um raio de sol.

O EGOÍSMO, ao contrário, encontrou um local muito bom desde o início. Ventilado, cómodo, mas apenas para ele.

A MENTIRA escondeu-se no fundo do oceano (mentira, na realidade, escondeu-se atrás do arco-íris), e a PAIXÃO e o DESEJO, no centro dos vulcões.

O ESQUECIMENTO, não recordo-me onde escondeu-se, mas isso não é o mais importante.

Quando a LOUCURA estava lá pelo 999.999, o AMOR ainda não havia encontrado um local para esconder-se, pois todos já estavam ocupados, até que encontrou um roseiral e, carinhosamente, decidiu esconder-se entre suas flores.

- Um milhão - contou a LOUCURA, e começou a busca.

A primeira a aparecer foi a PRESSA, apenas a três passos de uma pedra. Depois, escutou-se a FÉ discutindo com Deus no céu sobre zoologia.

Sentiu-se vibrar a PAIXÃO e o DESEJO nos vulcões.

Em um descuido encontrou a INVEJA, e claro, pode deduzir onde estava o TRIUNFO.

O EGOÍSMO, não teve nem que procurá-lo. Ele sozinho saiu disparado de seu esconderijo, que na verdade era um ninho de vespas.

De tanto caminhar, a LOUCURA sentiu sede, e ao aproximar-se de um lago descobriu a BELEZA.

A DÚVIDA foi mais fácil ainda, pois a encontrou sentada sobre uma cerca sem decidir de que lado esconder-se.

E assim foi encontrando a todos.

O TALENTO entre a erva fresca; a ANGÚSTIA em uma cova escura;

a MENTIRA atrás do arco-íris (mentira, estava no fundo do oceano);

e até o ESQUECIMENTO, a quem já havia esquecido que estava brincando de esconde-esconde.

Apenas o AMOR não aparecia em nenhum local.

A LOUCURA procurou atrás de cada árvore, em baixo de cada rocha do planeta, e em cima das montanhas.

Quando estava a ponto de dar-se por vencida, encontrou um roseiral.

Pegou uma forquilha e começou a mover os ramos, quando no mesmo instante, escutou-se um doloroso grito.

Os espinhos tinham ferido o AMOR nos olhos.

A LOUCURA não sabia o que fazer para desculpar-se chorou, rezou, implorou, pediu perdão e até prometeu ser seu guia.

Desde então, desde que pela primeira vez se brincou de esconde-esconde na terra: O AMOR é cego e a LOUCURA sempre o acompanha

 



Escrito por By: Ketelly pry às 14:15
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Amor e Amizade


Perguntei a um sábio a diferença que havia
entre amor e amizade,
ele me disse essa verdade:

O Amor é mais sensível,
a Amizade mais segura.

O Amor nos dá asas,
a Amizade o chão.

No Amor há mais carinho,
na Amizade, compreensão
.

O Amor é plantado e com carinho cultivado,
a Amizade vem faceira,
e com troca de alegria e tristeza,
torna-se uma grande e querida companheira.

Mas quando o Amor é sincero
ele vem com um grande amigo,

e quando a Amizade é concreta,
ela é cheia de amor e carinho.

Quando se tem um amigo
ou uma grande paixão,
ambos sentimentos coexistem
dentro do seu coração.


´ By: Autor Desconhecido



Escrito por By: Ketelly pry às 14:14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Nada Normal ( Victor e Léo )

Lareira pra acender
Um céu pra se olhar
E tudo está tranquilo por aqui
Os nossos lábios
Você vai me vencer
Eu vou me apaixonar
Não há mais o que decidir
todas as palavras nada dizem
Aos nossos olhos tudo o que já vimos foi vertigem
É tudo tão real
Mas nada normal
te lembro e já me sinto ao seu lado, no seu mundo
me identifico de um jeito tão profundo
e é tudo tão real, mais nada normal


Escrito por By: Ketelly pry às 18:29
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Mulheres Fortes


 

 

Ah, como deve ser boa a vida das mulheres frágeis; elas sempre têm alguém que lhes carregue os embrulhos, preencha o Imposto de Renda, troque o pneu do carro, e por aí vai.  As fortes fazem tudo sózinhas e são sempre chamadas nas horas do aperto: elas aguentam qualquer tranco e são tão fortes que se metem até mesmo onde não são chamadas para ajudar a resolver os problemas dos outros. Elas acreditam no personagem, veja só. É dura a vida das fortes, que não são poupadas de nada. Se alguém está com uma doença grave, é a elas que vão contar. Se a namorada do sobrinho ficou grávida, são as primeiras a saber e quando alguém da família é preso com uma trouxinha de maconha são imediatamente chamadas para as providências de praxe, enquanto os pais e mães desses jovens adoráveis estão tomando uma vodka à beira da piscina, sem saber de nada... eles não aguentariam um choque desses e precisam ser poupados porque são frágeis. Fora os problemas financeiros, é claro. Existe sempre alguém para cuidar dos frágeis, seja um parente, um amigo, até um vizinho que bate à porta preocupado com o silêncio e para saber se ela está precisando de alguma coisa. Uma mulher frágil é mais frágil que um recém-nascido e como os homens adoram o papel de protetores, para se sentirem fortes e poderosos, é a união perfeita da fome com a vontade de comer. Quando elas ficam doentes, um verdadeiro exército é mobilizado; um leva revistas, outro um embrulhinho com pêras, maçãs e uvas, e se ela não tem empregada, não falta alguém que vá para a cozinha fazer uma canjinha. Preste atenção que vai perceber que essas mulheres frágeis são indestrutíveis. As fortes, na hora de uma crise de coluna, se arrastam até a geladeira para pegar um copo de água e se alimentam o fim de semana inteiro com uma barra de chocolate, pois ninguém telefona para saber se precisam de alguma coisa. E elas, verdade seja dita, preferem morrer de inanição a pedir socorro, para não cair o tipo.Há uma pesquisa a ser feita: uma mulher frágil nasce frágil ou escolhe essa profissão para se dar bem na vida? Por que elas se dão bem e sempre encontram um homem, talvez ainda mais frágil do que elas, para cuidá-las, acarinhá-las e cuidar para que nada as atinja, nunca? Afinal, ela é tão frágil, coitadinha...Enquanto isso, as fortes se acabam de trabalhar, e são elas que saem do supermercado com pacotes de compras, sem que ninguém se proponha a dar uma ajuda, mesmo que modesta. Somos todos estimulados a ser fortes, mas boa vida mesmo levam as frágeis, daí a dúvida: não seria melhor que as mães, os pais e os colégios ensinassem as crianças a ser frágeis? Assim sempre haverá alguém para cuidar delas, a vida toda. E aliás, qual a vantagem de ser forte, além de saber que um dia alguém se referiu a ela dizendo "aquela é uma mulher forte"? Um grande elogio, é verdade. Mas e daí? Toda mulher forte tem um desejo secreto que não conta nem a seu travesseiro: que alguém, e não é preciso que seja um homem, faça um gesto por ela, de vez em quando. Nada de muito importante, apenas cuidado, do tipo dizer que a está achando pálida, perguntar se tem se alimentado direito, pegar pelo braço e levar tomar uma vitamina bem forte. Sabe qual é o sonho dourado de uma mulher forte? Ter uma gripe com 38° de febre e poder ficar na cama. Mas para ela, até essa gripe é difícil, pois uma mulher forte não adoece e se isso acontecer, o mais difícil vai ser receber ajuda, pois uma mulher forte não deixa que ninguém faça nada por ela, mesmo precisando desesperadamente, para não passar por frágil. É capaz de preferir se deixar morrer de tristeza, solidão e sofrimento a pedir socorro seja a quem for. Como são frágeis, as fortes!....


Escrito por By: Ketelly pry às 18:24
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Marisa Montes - A Sua


Eu só quero que você saiba Que eu estou pensando em você Agora e sempre mais Eu só quero que você ouça A canção que eu fiz pra dizer Que te adoro cada vez mais E que eu te quero sempre em paz To com sintomas de saudade To pensando em você Como eu te quero tanto bem Aonde for não quero dor Eu tomo conta de você Pois te quero livre também Como o tempo vai o vento vem Eu só quero que você caiba No meu colo porque Eu te adoro cada vez mais Eu só quero que você siga Para onde quiser Que eu não vou ficar muito atrás To com sintomas de saudade To pensando em você Como eu te quero tanto bem Aonde for não quero dor Eu tomo conta de você Pois te quero livre também Como o tempo vai o vento vem Eu só quero que você saiba Que eu estou pensando em você Pois te quero livre também Como o tempo vai o vento vem Porque eu te quero livre também Como o tempo vai o vento vem.
                                                                                                Beijo s2 Apaixonado


Escrito por By: loyrinha às 13:19
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






Trancar o dedo numa porta dói. Bater com o queixo no chão dói. Torcer o tornozelo, dói. Um tapa, um soco, um pontapé, doem. Dói bater a cabeça na quina da mesa, dói morder a língua, dói cólica, cárie e pedra no rim.

Mas o que mais dói é a Saudade...

Saudade de um irmão que mora longe. Saudade de uma cachoeira da infância. Saudade de um filho que estuda fora. Saudade do gosto de uma fruta que não se encontra mais. Saudade do pai que já morreu, do amigo imaginário que nunca existiu. Saudade de uma cidade. Saudade da gente mesmo, que o tempo não perdoa. Doem essas saudades todas.

Mas a saudade mais dolorida é a saudade de quem se ama.

Saudade da pele, do cheiro, dos beijos. Saudade da presença e até da ausência consentida. Você podia ficar na sala e ele no quarto mas sabiam-se lá. Você podia ir para o dentista e ele para a faculdade mas sabiam-se onde. Você podia ficar o dia todo sem vê-lo, mas sabiam-se amanhã. Contudo quando o amor de um acaba, ou torna-se menor, ao outro sobra uma saudade que ninguém sabe como deter.

Saudade, é basicamente o não saber...

Não saber se ele continua sem fazer a barba por causa daquela alergia e se foi na consulta com o dermatologista como havia prometido.
Não saber se ela anda comendo bem por causa daquela mania de estar sempre ocupada. Se ele tem assistido às aulas de inglês, se aprendeu a entrar na Internet e encontrar a página do Diário Oficial; se ela aprendeu a estacionar entre dois carros; se ele continua preferindo Malzebier; se ele continua sorrindo com aqueles olhinhos apertados, se continua cantando tão bem.

Saudade, é não saber mesmo!

Não saber o que fazer com os dias que ficaram mais compridos. Não saber como encontrar tarefas que lhe cessem o pensamento. Não saber como frear as lágrimas diante de uma música. Não saber como vencer a dor de um silêncio que nada preenche. Saudade é não querer saber se ela está com outro e ao mesmo tempo querer... É não querer saber se ele está feliz e ao mesmo tempo perguntar a todos por isso... é não saber se ele está mais magro, se ela está mais bela...

Saudade é isso que senti enquanto estive escrevendo e que você, provavelmente está sentindo agora, depois que acabou de ler...





Rifa-se um coração quase novo.

Um coração idealista.

Um coração como poucos.

Um coração à moda antiga.

Um coração moleque que insiste em pregar peças no seu usuário.

Rifa-se um coração que na realidade está um pouco usado, meio calejado, muito machucado

e que teima em alimentar sonhos e, cultivar ilusões.

Um pouco inconsequente que nunca desiste de acreditar nas pessoas.

Um leviano e precipitado coração que acha que Tim Maia estava certo quando escreveu...

"...não quero dinheiro, eu quero amor sincero, é isso que eu espero...".

Um idealista...Um verdadeiro sonhador...

Rifa-se um coração que nunca aprende.

Que não endurece, e mantém sempre viva a esperança de ser feliz, sendo simples e natural.

Um coração insensato que comanda o racional sendo louco o suficiente para se apaixonar.

Um furioso suicida que vive procurando relações e emoções verdadeiras.

Rifa-se um coração que insiste em cometer sempre os mesmos erros.

Esse coração que erra, briga, se expõe.

Perde o juízo por completo em nome de causas e paixões.

Sai do sério e, às vezes revê suas posições arrependido de palavras e gestos.

Este coração tantas vezes incompreendido.

Tantas vezes provocado.

Tantas vezes impulsivo.

Rifa-se este desequilibrado emocional que abre sorrisos tão largos

que quase dá pra engolir as orelhas, mas que também arranca lágrimas e faz murchar o rosto.

Um coração para ser alugado, ou mesmo utilizado por quem gosta de emoções fortes.

Um órgão abestado indicado apenas para quem quer viver intensamente, contra indicado para os que apenas pretendem passar pela vida matando o tempo, defendendo-se das emoções.

Rifa-se um coração tão inocente que se mostra sem armaduras e deixa louco o seu usuário.

Um coração que quando parar de bater ouvirá o seu usuário dizer para São Pedro na hora da prestação de contas:"O Senhor pode conferir.
Eu fiz tudo certo, só errei quando coloquei sentimento.

Só fiz bobagens e me dei mal quando ouvi este louco coração de criança que insiste em não endurecer e, se recusa a envelhecer

"Rifa-se um coração, ou mesmo troca-se por outro que tenha um pouco mais de juízo.

Um órgão mais fiel ao seu usuário.

Um amigo do peito que não maltrate tanto o ser que o abriga.

Um coração que não seja tão inconseqüente.

Rifa-se um coração cego, surdo e mudo, mas que incomoda um bocado.

Um verdadeiro caçador de aventuras que ainda não foi adotado, provavelmente por se recusar a cultivar ares selvagens ou racionais, por não querer perder o estilo.

Oferece-se um coração vadio, sem raça, sem pedigree.

Um simples coração humano.

Um impulsivo membro de comportamento até meio ultrapassado.

Um modelo cheio de defeitos que, mesmo estando fora do mercado, faz questão de não se modernizar, mas vez por outra, constrange o corpo que o domina.

Um velho coração que convence seu usuário a publicar seus segredos e a ter a petulância de se aventurar como poeta.

Quando a Chuva Passar


E essa tempestade um dia vai acabar Só quero te lembrar De quando a gente andava nas estrelas Nas horas lindas que passamos juntos A gente só queria amar e amar e hoje eu tenho certeza A nossa história não termina agora Pois essa tempestade um dia vai acabar Quando a chuva passar Quando o tempo abrir Abra a janela e veja eu sou o sol Eu sou céu e mar Eu sou céu e fim E o meu amor é imensidão..(..)"

(Ivete Sangalo)


Rompimento

Meu amor, hoje quero lhe falar de algo chato, porém muito significativo para mim... Tenho percebido uma frieza de sua parte a qual está me fazendo muito mal... tenho ficado à esperar sempre por um beijo, abraço, uma mensagem de texto no meu celular, um toque no meu telefone, uma atenção qualquer... Mas tenho percebido que tenho ficado como última opção de sua vida... e sendo assim, não tem como nosso relacionamento progredir... Quero ser uma pessoa sincera em te dizer que prefiro romper do que estar com outro alguém estando com você... Mas como sou uma pessoa feita de carne e osso, prefiro neste momento romper nosso relacionamento para ir em busca de alguém que possa me dar a atenção que tanto deseja minha alma.



Natal




Mais um ano chega ao fim. É tempo de fazer um balanço de tudo o que aconteceu. É tempo de transformarmos: os momentos bonsem novas energias, entusiasmoe principalmente esperançade todo que os nossos sonhos vão se realizar ! os momentos maus em um lembretes para não cometermos novamente os mesmos erros no ano que vem. os momentos difíceis serem peças fundamentais de que tudo na vida passa e que esses momentos no futuro nos ajude a terem momentos felizes. É tempo de agradecermos a Deus por todos os momentos felizes que tivemos!






Feliz Natal!

Amo Essa Vida!

Amo essa vida que me trás alegria. Tanto noite como dia Sua beleza irradia! Amo essa vida no tom azul da cor do mar, no brilho intenso do luar, na aurora a despontar! Mas amo tanto essa vida sem razão pra desespero, é nela que espero, uma chance pra lutar. Como não amar essa vida, se foi o próprio Deus quem a me deu? A Ele dedico minha vida. A vida que Deus me deu!




Escrito por By: loyrinha às 13:16
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






1 parte do Causo do lambisome

O Causo do Lambisome

Lambisame é akele homem que nas noites de lua cheia ele se transforma o corpo dele se enche de pêlo igual o toni ramos  a cara dele toma akela forma grotesca igual a cara do Ronaldinho Gaucho, Sê besta, e ele sai anoite uivano pá lambe os home por isso que fala lambezame que no latim significa que lambe os home .

Eu tava doido pá conhece  uma fazenda que chama fazenda oius d´agua mais diz que por lá aparecia o tal do lambizame grás a Deus minino ganhei um jumentinho que eu batizei ele de Jucelino cobicheque, fui intão convence ele a leva eu na fazenda oius d´agua falei: Jucelino an cê vai te que leva eu lá na fazenda oius d´agua ai o jumento uffs, falei uffs ocê mermo tav cum medo pur causa dus buato do lambizame prakelas banda né ai inventei pra ele que lá tem uma mula linda falei: oh Jucelino se besta cê vai gosta de lá demais tem uma mula linda o nome dela é juleska gisele binche num chega nem na pata de traz dela ai q jumento agradou mais gente aprontei a marmita, a lamparina u trem de fazê o acampamentu muntei im Jucelino e nois foi fono foi fono foi fono gente na hora que chegou na entrada da fazenda oius d´agua mais tinhauma quaresmeira linda mais numa gaia dela tinha uma tora duma caixa de birinbondo eu num sei o que akele jumento do Jucelino arranjou que a aba do meu chapéu acertou na caixa do birinbondo a bão akilo que os birinbondo saiu pra fora feito uns bad boy todo copiado com as mão no borso e é dakeles birnbondo cavalo que quando frexa na pessoa ingorda ela uns três kilo de tão inxada que a pessoa fika eu num tive nada não gente mais Jucelino cobicheque us birinbondo frexo tudo na polpa de Jucelino akilo que o jumento saiu foi torando as gaia no peito que eu achei que eu já tava era em cima do touro bandido quando pensa que não Jucelino rebentou a porta da casa nois tava no meio da sala com o povo armuçando o vey e a fia dele a bão akilo que o vey levantou parecia que ia cuspi era mais birinbondo falei pronto agora tem de arrumar Jucelino que num para de coiça os movel do vey e u vey mais graças a Deus eu fiz u curso do INSTITO UNIVERSAL BRASILEIRO " quem quer consegue " farmaceutico peguei intaum uma chicoria passei na chupeta lasquei na boca de Jucelino, peguei uma cachaça da boa MARIANA coloquei sonifero de sussega leão dei pro vey bebe o vey bebeu apagou inquanto isso fiquei prosiando com a fia do vey pidino disculpa que eu tava ali era querendo faze campamento mais infilismente os birinbondo frexo tudo na polpa de Jucelino rebentou a porta da casa dela ela falaou que num tinha probema naum que ela até ajudava eu pidi o pai dela disculpa começei paxona cum ela sabe quando cê ta cunversando com uma pessoa ucê começa apaixona cum ela ?  era eu com a fia do vey, akilo teve uma hora que eu achei que já tava namorando cum ela num sabia   quando penso que não o vey vai e levanta  o nome dele era seu tião ainda bem que ele ta sobe o efeito do sonifero e da cachaça começei dinovo pidi disculpa que eu tava ali pa faze campamento mais infelizmente o birinbondo frexo tudo na polpa de Jucelino rebentou a porta da casa dele o vey falou que num tinha probema naum que ele até acampava cumigo mais tarde que era só eu compro outra porta pra casa dele deixei Jucelino cobicheque com a filha do seu tião fui na venda compra a porta minino hora que eu cheguei lá o vendedor fazenu fuxicoo sinhosi tá dizendo que essa porta é pra casa do seu tião é uai oque que tem ce tá doido ce num sabe não que que é trem num mi pavora naum cê num sabe naum seu tião é lambizame falei se besta valei-me São franscico defendei os animal akilo que os meus zoi começou a enxe d´agua a escorre lagrima ai que eu fui entende pq que akela fazenda chamava fazenda oius d´agua eu cum  o zoi chei d´agua cum akela porta imbaixo do braço falei anota ai pra mim que eu num to com condição de paga agora não peguei a porta chorando fui pra casa de Jucelino fui direto na oreia de Jucelino falei Jucelino de Deus seu tião é lambizame deu um coiçe que a chupeta dele foi para na boca da fia do seu tiião fui vira pru vey gente pra tenta faze o revertez do combinado dele i acampa comigo mais tarde falei o seu tião aneim deixa esse treim de acampamento pru outro dia o vey rino babano espumano que ele lambeu mais tarde nananananana não tem de ser hoje a lua vai ta cheia o céu vai ta clarim assim que é bão, aneim seu tião intaum leva Jucelino ai Jucelino uffs uffs uffs nana não Jucelino cobicheque vai oia minha fia eu quero i mais ocê falei o seu tião mais eu to cum uma colica danada tentando faze o ultimo revertez da situação o vey gente infiou a mão no bolso rino tirou um compromidinho rino cantano balançano e falou assim eu tenho um remedinho que é muito bão é só ocê toma ATROVERAM TOMOU PASSOU, ATROVERAM TOMOU PASSOU  e eu tomei memo eu tomei taca falei intão ta bão prontei a marmita a lamparina deixei Jucelino cobicheque com a fia do seu tião peguei os trem de fazer a barraca e nois foi fono gente foi fono um breu mata adentro akilo que eu num exergava nada eu na frente seu tião atraz bufano no meio cangote akilo que eu rupiava até a alma hora que chegou onde ia apronta as barraca prontei correno a minha entrei pra dentro quando pesnsa que não faltando 5 minuto  pra meia noite seu tião bateno na minha barraca:  Zezinho... Zezinho aneim intimidade Zezinho falei que que é trem é que minha barra disamontou vou ter de durmi can cê falei aneim num tem jeito de nois amonta essa barraca naum seu tião na naum que num quebrou terminei de quebra de raiva falei intaum ta baum entra gente akilo o seu tião entrou eu neim olhavapa cara dele ele virou pru lado eu pru outro quando pensa que naum meu relogim marca as hora dano meia noite dão dão dão akilo cada hora ke fazia dão seu tião auuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu  auuuuuuuuuuuuuuuu meu relogim dão dão dão akilo cada hora que fazia dão escorria bosta perna abaixo quando oiei pa cara dele num era ele naum gente o corpo cheio de pelo igual o toni ramos akela cara groteska de ronaldinho gaucho falei se besta virou o tein e vai lambe eu  falei o seu tião olhei bem pa cara dele pra ke esses zoio tão grande ele é pra mim te ve melhor aneim seu tião pra que esse nariz tão grande é pra mim te cheirar melhor falei neim essa boca pra que essa boca tão grande é pra mim te cume gente akilo que eu sai foi torano a barraca no peito eu correno esse home atrazz eu correno e esse home atraz quando pensa que não escorreguei na bosta na minha bosta eu só escutei a lambida nas costa shushushu falei pronto esse trem lambeu eu akilo eu estikei leguas e o lambizame fikou pra traz cheguei na casa dele primeiro que ele Jucelino cobicheque cunversando com a filha do seu tião cumigo o jumento só falava uffs com elea ele tava assim uai come se chama  ai ela juleska eu falei o que e ela é eu sou a sete filha mulher do seu  tião as outras sei moram na cidade eu pensei gente a setima filha mulher de um casal o que que isso num vira fui acampa com o lambizame paixonei pela mula sem cabeça falei Jucelino de Deus vamu bora daki agora a filha do seu tiao não mais quem é que vai pagar a porta falei naum deixa lá que Juscelino cobi o cheque .

By: Rede Bacubissui



Escrito por By: loyrinha às 18:58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]






[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]
border=0